Galeria de Fotos

Clique e acesse a galeria de fotos de Torres!
Clique e acesse a galeria de fotos de Torres!
Clique e acesse a galeria de fotos de Torres!
Clique e acesse a galeria de fotos de Torres!
Clique e acesse a galeria de fotos de Torres!
Clique e acesse a galeria de fotos de Torres!
Clique e acesse a galeria de fotos de Torres!

Agenda

TV Torres

Simto/Cepemto recusam dialogar com o Município e nem escutam proposta de reposição salarial

Os servidores municipais não puderam conhecer a proposta dos índices de reposição salarial oferecidas pela Prefeitura durante a assembleia realizada pelo Simto/Cepemto na última quinta-feira, dia 16 de março, na sede da APAE. Os representantes do governo municipal foram convidados a se retirar do local pela diretoria das entidades, embora a mesa estivesse composta por integrantes externos, caso de dois vereadores de oposição. Com a iniciativa dos líderes sindicais em recusarem-se a dialogar com a Prefeitura, a gestão passará a discutir o assunto diretamente com uma comissão de servidores eleita por eles.

 

 

A proposta que não pôde ser apresentada era de 3.33% este ano, e outros 3.33% em janeiro do ano que vem. A reivindicação é de 6.6%, do IGP-M (Índice Geral de Preços do Mercado). No momento torna-se inviável a Prefeitura atender a demanda da categoria, apesar de entender que é justa. Contudo, seria irresponsável aumentar a dívida pública, inviabilizando ainda mais o pagamento em dia do salário do funcionalismo. Como já explicado em reunião com representantes das entidades, assim como em pronunciamento público na Câmara de Vereadores, o Município vive uma grave crise financeira.

 

 

O secretário municipal de Administração e Atendimento ao Cidadão, Matheus Junges, e o chefe de gabinete, Mauro Dias, compareceram à assembleia dos servidores, devido o prefeito Carlos Souza encontrar-se cumprindo agenda em Porto Alegre.

 

 

O secretário explica que de acordo com a legislação municipal, a Prefeitura fica impedida de conceder esta reposição. A lei nº 3.637 de 2002 ao fixar normas para o cumprimento da revisão geral e anual das remunerações e subsídios dos servidores públicos exige no artigo segundo, “a previsão do montante da respectiva despesa e correspondentes fontes de custeio na lei orçamentária anual e “a comprovação da disponibilidade financeira que configure capacidade de pagamento pelo governo preservados os compromissos relativos a investimentos e despesas continuadas nas áreas prioritárias de interesse econômico e social”.

 

Notícias da Secretaria de Desenvolvimento e Gestão

  • 1
  • 2
  • 3
Prev Next

Escola do Servidor promove Semana de Ati…

17-10-2017

Escola do Servidor promove Semana de Atividades em comemoração ao Dia do Funcionário Público

Em comemoração ao Dia do Funcionário Público, 28 de outubro, será realizado entre os dias 23 e 27 de outubro, a Semana do Servidor. A promoção é da Secretaria Municipal...

Programa de Qualidade de Vida do Servido…

09-10-2017

Programa de Qualidade de Vida do Servidor disponibiliza apoio clínico e psicológico

Com o propósito de promover a saúde do servidor municipal, é criado o Programa de Qualidade de Vida do Servidor (PQVS). O Programa integra um conjunto de ações e projetos...

Conselho Municipal de Defesa Civil desta…

06-10-2017

Conselho Municipal de Defesa Civil destaca planejamento em ações de prevenção

Na última quarta-feira, dia 4 de outubro, aconteceu a 1ª Reunião do Conselho Municipal de Defesa Civil (COMDEC), com o principal objetivo de elaborar o planejamento estratégico de ações para...

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba notícias de Torres

 

Rua José Picoral, 79 - Centro

Torres - RS CEP 95560-000 Fone: (51) 3626-9150


Desenvolvido por EagleTD