Galeria de Fotos

Clique e acesse a galeria de fotos de Torres!
Clique e acesse a galeria de fotos de Torres!
Clique e acesse a galeria de fotos de Torres!
Clique e acesse a galeria de fotos de Torres!
Clique e acesse a galeria de fotos de Torres!
Clique e acesse a galeria de fotos de Torres!
Clique e acesse a galeria de fotos de Torres!

Agenda

TV Torres

Depois de quatro anos, Prefeitura libera Licença que regulariza Loteamento Morada das Palmeiras


moradatrs CopyResultado de um esforço em conjunto, foi emitida a Licença de Operação (LO) para o loteamento Morada das Palmeiras. A Licença regulariza os 274 lotes e moradias já existentes na área e atende uma reivindicação antiga de tantos que esperavam por esta liberação.


Desde 2013, quando foi suspensa a Licença de Instalação do empreendimento, proprietários de lotes lutavam pela regularização. O pedido de renovação da licença existente, vencida em 2012, não atendeu os requisitos ambientais na época. Um destes requisitos exigidos para licenciar o empreendimento era a elaboração de um estudo sobre a dinâmica hídrica da região, com o objetivo de avaliar o impacto da urbanização sobre escoamento das águas naquela área. Este estudo foi elaborado em parceria entre o Município e a empresa Licenciar Consultoria Ambiental, contratada pela ANC Urbanizadora, responsável pelo empreendimento. O projeto em questão foi aprovado pela Prefeitura, pelo Ministério Público e pelos gestores do Parque Estadual de Itapeva. Após esta etapa, o Ministério Público emitiu um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC), que estabeleceu responsabilidades para o Município e para a Urbanizadora.



Firmado o TAC e com o cumprimento das condicionantes estabelecidas, foi emitida a Licença de Instalação (LI) e todo este processo teve seu resultado concretizado na última sexta-feira, dia 9 de junho, quando foi emitida a Licença de Operação (LO) nº 021/2017, pela Prefeitura de Torres. Com a Licença de Operação, os proprietários tem seus lotes regularizados e poderão aprovar projetos junto à Prefeitura, construir suas residências, pedir ligação de energia elétrica e rede de água, entre outras melhorias. Todo este processo permite ainda que o entorno do loteamento seja beneficiado, pois os proprietários poderão agora aterrar seus lotes, já que na época em que foi negado o licenciamento, a área ao redor do empreendimento acabou sendo embargada também.


De acordo com o prefeito Carlos Souza, esta é uma ação que atende um antigo anseio da comunidade. “A liberação desta Licença é uma grande conquista e representa um esforço coletivo em prol do bem estar das pessoas. Isso é bom para os proprietários, para os empreendedores, para o Município e para o Meio Ambiente, que tem seu patrimônio respeitado, com tudo sendo feito dentro dos requisitos ambientais”. Conforme dados da Secretaria de Meio Ambiente e Urbanismo, o esforço da Prefeitura se concentra agora em agilizar os processos relacionados ao loteamento. “A Diretoria de Desenvolvimento Urbano resgatou 20 processos que haviam sido protocolados e que estão sendo analisados para habilitar os proprietários a iniciarem suas construções”, declara a secretária Eliana Machado.



De acordo com o  biólogo Gustavo Canella, da Licenciar Consultoria Ambiental, este foi um trabalho bastante complexo pelas questões técnicas e principalmente por envolver muitas pessoas da comunidade. “A emissão da Licença de Operação do Loteamento Morada das Palmeiras, além de atender todas as demandas técnicas, premia a dedicação e o empenho de uma grande equipe que trabalhou por quase dois anos para que o Loteamento estivesse 100% regularizado”, destaca Canella. “Devo salientar o empenho do Dr. Alexandre Quartiero, que coordenou toda a parte Jurídica do licenciamento do empreendimento, o engenheiro Ambiental e Sanitarista Guilherme Ribeiro, que teve papel fundamental na elaboração do estudo da dinâmica hídrica e toda a equipe que participou do processo de licenciamento, os biólogos Douglas Gomes e Jaqueline Baltazar e a  Geóloga Kátia Storchi. Nós estamos muito felizes e orgulhosos do resultado que alcançamos”, completa o biólogo.



O processo de licenciamento teve grande esforço também do Ministério Público, por meio do promotor Marcio Roberto Silva de Carvalho, do gestor do Parque Estadual de Itapeva, Paulo Grubller, e da equipe da Secretaria de Meio Ambiente, através do biólogo Rivaldo Raimundo, da geóloga Elisabeth da Rocha e da Diretora de Licenciamento Ambiental, Fernanda Brocca.

  

Notícias da Secretaria de Meio Ambiente

  • 1
  • 2
  • 3
Prev Next

Prefeitura investe mais de 300 mil no Ca…

09-08-2017

Prefeitura investe mais de 300 mil no Canil no primeiro semestre de 2017

Com o propósito de bem acolher os cães que se encontram no Canil Municipal de Torres, situado na Estrada do Mar, a Prefeitura investiu neste primeiro semestre exatamente R$ 302.455,02....

Técnicos da Prefeitura e comerciantes di…

02-08-2017

Técnicos da Prefeitura e comerciantes discutem descarte de lixo na cidade

Com o objetivo de regularizar o descarte de lixo na cidade, a Prefeitura promoveu na tarde desta quarta-feira, 2 de agosto, reunião com os comerciantes locais, para juntos encaminharem uma...

Baleias já são avistadas em Torres

28-07-2017

Baleias já são avistadas em Torres

(FOTO de Diego Carneiro)  Há cerca de uma semana, baleias Francas já são avistadas em Torres. No último final de semana ocorreram vários registros de baleias Francas próximas às nossas...

Newsletter

Cadastre seu e-mail e receba notícias de Torres

 

Rua Júlio de Castilhos, 707 - Centro

Torres - RS CEP 95560-000 Fone: (51) 3626-9150


Desenvolvido por EagleTD