O maior festival de balonismo da América Latina está chegando!

São cinco dias de competições emocionantes, shows inesquecíveis e muita diversão! Traga todo mundo e programe-se para a 34ª edição do Festival Internacional de Balonismo de Torres.

FALTAM

Dias
Horas
Minutos
Segundos

Guia do Festival

Saiba tudo o que vai acontecer no evento!

Conheça os pilotos e suas máquinas, as estrelas nacionais e internacionais que farão deste o melhor Festival de Balonismo de todos os tempos.

Um show de cores no céu de Torres!

O Festival contará com competições de balões esportivos em diversas provas e com apresentações de balões em formatos inusitados, que farão a festa ainda mais divertida e colorida. Não esquecendo, é claro, do tão aguardado Night Glow, onde todos os pilotos juntam-se e iluminam a noite com suas máquinas acesas pelas chamas dos maçaricos.

Ao cair da noite, os balões juntam-se para animar a galera em um ritmo contagiante de luzes, sons e muita queima de propano! Ninguém vai querer deixar de conferir essas máquinas de pertinho.

Provas e Competições

Por seus 30 anos de história, Torres já é considerada a Capital Brasileira do Balonismo e a maior referência da modalidade em toda a América Latina.

Pilotos de vários países vêm participar da festa e buscar os cobiçados prêmios nas competições.

A Mais Bela Praia Gaúcha

É claro que o Festival mais emocionante de todos precisa ocorrer em um cenário à sua altura, e Torres é perfeita para isso!

Pilotos e turistas são unânimes quanto a isso, e definem a cidade como um dos cenários mais perfeitos para o balonismo.

A paisagem que mistura paredões de rocha no mar, dunas, parques e reservas ecológicas com a serra gaúcha é simplesmente de tirar o fôlego.

Como tudo começou

O Festival de Balonismo de Torres teve seu início a partir da Febanana, evento agrícola da cidade que começou em 1989, e a partir da segunda edição trouxe os balões de ar quente como forma de divulgação. 

Os balões fizeram tanto sucesso que logo ganharam um evento próprio: o 1º Festival Sulbrasileiro de Balonismo. O Festival ganhava corpo a cada nova edição, e hoje é a maior referência de atração turística da cidade — além das praias, é claro.

Como chegar

Clique no ícone “Rotas” no mapa para o melhor caminho até o parque.

Parque Odilo Webber Rodrigues Avenida Castelo Branco

pt_BRPortuguês do Brasil

Conheça as provas do Balonismo

Conheça um pouco melhor como funcionam as provas de balonismo. Depois de entendê-las você vai amar ainda mais o esporte.

Essas são as provas que podem ser escolhidas pelos pilotos e juízes durante o evento. As provas são definidas pouco antes do início, de acordo com as condições climáticas no dia e horário definidos.

Caça à Raposa (HH)

Competidores irão seguir um balão raposa e tentar jogar a marca o mais próximo ao alvo em X colocado pela raposa não mais que 02 metros na direção do vento em relação ao cesto após o pouso. O resultado é a distância do ponto de medição da marca ao alvo em X. A menor distância é melhor.

Prova da Chave

Nesta prova é colocada a chave de um carro 0 km, fixada no alto de um mastro de 6 a 10 metros de altura do chão. Todos os concorrentes decolam de uma distância mínima de 3 quilômetros do local de onde está o mastro e o objetivo é, sem tocar no solo, apanhar com as mãos a chave do carro. Esta é a prova mais emocionante, pois os pilotos passam com os seus balões bem pertinho do chão para poder apanhar a chave.

FlyIn (FIN)

Competidores irão procurar o seu próprio local de decolagem e tentar jogar a marca o mais próximo do alvo previamente marcado ou do alvo em X. O resultado é a distância do ponto de medição da marca ao alvo em X, se colocado, ou do alvo. A menor distância é melhor.


Gordon Bennet Memorial (GBM)

Competidores irão tentar jogar a marca dentro de uma(s) área(s) de pontuação o mais próximo a um alvo previamente marcado. O resultado é a distância do ponto de medição da marca ao alvo em X, se colocado, ou do alvo.Menor distância é melhor.


Mínima Distância (MIN)

Competidores irão tentar jogar a marca o mais próximo do local comum de decolagem, depois de ter voado um mínimo de tempo definido. O resultado é a distância do ponto de medição da marca ao ponto de decolagem. A menor distância é melhor.


Ao Alvo com Janela de Tempo (CRAT)

Competidores irão tentar jogar a marca dentro de uma área válida o mais próximo de um alvo previamente marcado. A(s) área(s) de pontuação terão períodos de tempos específicos de validade. O resultado é a distância do ponto de medição da marca ao alvo em X, se colocado, ou do alvo. A menor distância é melhor.

Alvo Declarado pelo Juiz (JDG)

Competidores irão tentar jogar a marca próxima a um alvo previamente marcado. O resultado é a distância do ponto de medição da marca ao alvo em X, se colocado, ou do alvo. A menor distância é melhor.

FlyOn (FON)

Competidores irão tentar jogar uma marca o mais próximo de um alvo selecionado por ele mesmo e declarado por ele durante o vôo. O resultado é a distância do ponto de medição da marca ao alvo declarado. Menor distância é melhor. O competidor deverá escrever claramente na sua marca anterior o seu alvo declarado para o fly on.

Valsa da Hesitação (HWZ)

Competidores irão tentar jogar a marca próxima a um dos vários alvos previamente marcados. O resultado é a distância do ponto de medição da marca ao alvo em X mais próximo, se colocado, ou do alvo. A menor distância é o melhor.

Soberana do Festival

Na noite de domingo, 05 de março, conhecemos a Soberana do 33º Festival Internacional de Balonismo de Torres. A vencedora foi Victória Stefane da Silva Garcia.

A noite iniciou com a recepção e apresentação da banda torrense JB Trio, em seguida 16 candidatas subiram na passarela para desfilar e se apresentar para o público que estava presenta no Guarita Park Hotel. Os cinco jurados que tiveram a dura missão de escolher a Soberana do Balonismo foram, a empresária Adriana Peccin; a presidente do Sindicato de Hotéis do Litoral Norte, Ivone Ferraz; a piloto de balão torrense representando o festival, Laís Pinho; a procuradora geral do município de Torres, Pâmela Souza e o secretário municipal de Turismo de Torres, Sotério Junior.

Os quesitos avaliados foram desenvoltura, beleza, fotografia, simpatia, conhecimentos sobre o evento, sobre Torres e atualidades.

Participaram da noite de escolha da Soberana autoridades locais como o secretário de Cultura e do Esporte, José Mauri Rodrigues; o vice-presidente da Câmara de Vereadores de Torres, vereador Igor Beretta; imprensa, torcidas e comunidade.

Antes do resultado a corte do Balonismo do 31º e 32º festival fez o seu desfile de despedida. A rainha Nayara Helena de Jesus Sila e as princesas Natália Mahaila e Neusa Lopes Flauzino, abrilhantaram a escolha da Soberana com seu desfile de despedida. A corte foi eleita em 2019 e representou o Balonismo de maneira brilhante com maestria.

Campeões

1º Festival Sulbrasileiro de Balonismo

Campeão: Orlando Genicolo Filho
7 - 9 out 1989

2º Festival de Balonismo

Campeão: Carlos Antônio Paulo "Chico Paulo"
28 abr - 5 mai 1990

3º Festival de Balonismo

Campeão: Miguel Leiva
28 - 31 mar 1991

4º FESTIVAL KODAK / SKOL DE BALONISMO

Campeão: Leonel Brites
Campeão Prova do Mastro: Leonel Brites
30 abr - 3 mai 1992

5º Festival de Balonismo

Campeão: Antonio Carlos Hays Marques "Caco"
29 abr - 2 mai 1993

6º FESTIVAL DE BALONISMO

Campeão: Walterson Leite Lima
21 - 24 abr 1994

7º FESTIVAL KAISER DE BALONISMO

Campeão: Ademir Brolacci
13 - 6 abr 1995

8º FESTIVAL KAISER DE BALONISMO

Campeão: Aquilino Gimenez
4 - 7 abr 1996

9º FESTIVAL KAISER DE BALONISMO

Campeão: Luis Eduardo Consiglio
18 - 21 abr 1997

10º FESTIVAL DE BALONISMO

Campeão: Rui Kalousdian
30 abr - 4 mai 1998

11º FESTIVAL DE BALONISMO

Não houve prova devido à chuva
1 - 4 abr 1999

12º FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Campeão: Fábio Passos
28 abr - 1 mai 2000

13º FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Campeão: Sacha Haim
27 abr - 1 mai 2001

14º FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Copa Mercosul - Bicampeão: Sacha Haim
Campeão da prova da chave (pegou a chave de uma moto na prova do mastro)
30 abr - 5 mai 2002

15° FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Tricampeão: Sacha Haim
18 - 21 abr 2003

16º FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Tetracampeão: Sacha Haim
8 - 11 abr 2004

17° FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Pentacampeão: Sacha Haim
21 - 24 abr 2005

18º FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Campeã: Gabriela Slavec
27 abr - 1 mai 2006

19° FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Campeão: Eduardo Melo
27 abr - 1 mai 2007

20º FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Campeão: Kaio Chemin
18 - 21 abr 2008

21° FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Hexacampeão: Sacha Haim
17 - 21 abr 2009

22º FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Campeão: Guto Marques
29 abr - 2 mai 2010

23° FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Heptacampeão: Sacha Haim
20 - 24 abr 2011

24º FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Octacampeão: Sacha Haim
27 abr - 1 mai 2012

25° FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Campeão: Alexandre Giglio
1 - 5 MAI 2013

26º FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Campeão: Filipe Tostes
30 abr - 4 mai 2014

27° FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Campeão: Warley Macedo
30 abr - 3 MAI 2015

28º FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Bicampeão: Warley Macedo
20 - 24 abr 2016

29° FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Campeão: Fábio Passos Campeão da prova da chave: Fábio Passos
28 abr - 1 MAI 2017

30º FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Campeão: Murilo Gonçalves
27 abr - 1 mai 2018

31° FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Campeão: Murilo Hoffmann
1 - 5 mai 2019

32° FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Campeão: Fábio Pascoalino
14 - 24 abr 2022

33° FESTIVAL INTERNACIONAL DE BALONISMO

Campeão: Felipe Tostes
27 abr - 1º mai 2023

Credenciamento de Imprensa / Fotógrafo(a)

Bem-vindo ao processo de credenciamento de imprensa para o Festival Internacional de Balonismo de Torres.

O credenciamento é essencial para garantir acesso completo às áreas designadas para a imprensa, incluindo coletivas de imprensa, entrevistas exclusivas e pontos privilegiados para captação de imagens.

Por favor, preencha o formulário abaixo com as informações necessárias. Após o envio, a Diretoria de Comunicação analisará o seu pedido. Caso o acesso seja concedido, você será notificado por e-mail com todas as instruções necessárias antes do início do evento.

Este credenciamento NÃO autoriza acesso aos shows ou ao backstage dos artistas.

Agradecemos o seu interesse e estamos ansiosos pela possibilidade de contar com a sua cobertura em nosso festival!

Atenção: Para receber o credenciamento como fotógrafo no Festival Internacional de Balonismo de Torres, é necessário o compromisso do envio de pelo menos 5 fotos em boa qualidade do evento, após sua conclusão. As fotos enviadas devem ter seus direitos de uso cedidos à Prefeitura de Torres para fins de divulgação do evento.

Tipo de cadastro*
Nome*
CPF*
Somente números
Email*
Telefone*
Veículo de Imprensa*
Nome do jornal, programa, site, blog, etc.
Links para portfolio / blog /redes sociais*
Foto de rosto para a credencial*
Maximum file size: 6 MB
Foto COM O ROSTO CENTRALIZADO, somente um rosto na foto.
Um arquivo com no máximo 5Mb nos formatos jpg, png ou pdf.
Comprovante de vínculo*
Maximum file size: 6 MB
Foto de algum documento que comprove seu vínculo com o veículo de imprensa.
Um arquivo com no máximo 5Mb nos formatos jpg, png ou pdf.
Observações

Fotógrafos

Se você encontrar uma foto sua sem créditos, por favor envie a informação para o [email protected] para que possamos corrigir.

Pular para o conteúdo