Projeto Geoparque Cânions do Sul lança candidatura a fim de se tornar um Geoparque Mundial da Unesco

Uma comitiva formada por representantes do Projeto Geoparque Cânions do Sul esteve em reunião com o Ministro do Turismo, Marcelo Álvaro Antônio, em Brasília, na terça-feira, dia 11 de junho. Na oportunidade, o ministro oficializou o apoio do Governo Federal para que a Unesco reconheça o território formado por sete municípios, entre os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, como um Geoparque Mundial.

A carta de manifestação de interesse na candidatura ao Programa Internacional de Geociências e Geoparques (IGGP), a fim de se tornar um Geoparque Mundial da Unesco, já foi elaborada pelo Consórcio Intermunicipal que administra o Projeto, assinada pelo presidente Valdionir Rocha e encaminhada ao Ministério das Relações Exteriores – Itamaraty, que enviará oficialmente o documento à Unesco, em Paris. A entrega da carta representa um primeiro passo no processo de avaliação do território como Geoparque. A próxima etapa será a entrega de um dossiê completo com evidências das ações desenvolvidas pelo Consórcio Intermunicipal, de acordo com as premissas do Programa.

O ministro do Turismo deve reforçar o pleito em reunião a ser realizada com o órgão das Nações Unidas na próxima semana, na França. “A gente vai ter o maior prazer e empenho em poder emplacar esse geoparque lá na Unesco. Se depender do Ministério do Turismo, essa beleza natural brasileira receberá o selo da Unesco, que comprova que este sítio é um verdadeiro patrimônio natural, cultural e material, gerando emprego e renda para a população, além é claro de estimular o turismo na região”, destacou Marcelo Álvaro Antônio.

O vice-presidente do Consórcio Intermunicipal, Schamberlaen Silvestre, que participou da reunião em Brasília, agradeceu a manifestação de apoio do Ministério do Turismo ao Projeto, destacando a importância da iniciativa para o desenvolvimento da região.

Situado entre sete municípios de Santa Catarina e Rio Grande do Sul, a região turística possui uma área de 2.830 quilômetros quadrados, que contempla paisagens de relevância geológica internacional. Além disso, o local abrange ecossistemas de destaque no Brasil e conta com um rico patrimônio cultural, representativo dos diferentes povos que moram naquela região.

Com o reconhecimento do organismo internacional, essas áreas ampliam a capacidade turística da região. A expectativa é de que após a certificação do órgão, o local receba seis vezes mais turistas. Atualmente, no Brasil, apenas o Geopark Araripe, no Ceará, possui a certificação da Unesco. No mundo, há 147 geoparques titulados pela UNESCO, em 41 países.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Leia também:

Acesso Rápido

Turismo

Gabinete e Procuradoria

Secretarias

Setores

Cidadão

Empresa

Servidor

Guias e Formulários

Previdência Social - RPPS

Transparência