Atendendo demanda do Ministério Público, Saúde lacra no bairro Curtume, 30 caixas clandestinas de esgoto

Seguindo demanda do Ministério Público, a Vigilância Ambiental, ligada à Secretaria Municipal da Saúde realizou nesta terça-feira, 20 de agosto, ação fiscalizatória em aproximadamente 30 caixas totalmente clandestinas de esgoto cloacal no bairro Jardim Eldorado, ex-Curtume. A atividade ocorreu na 21 de Maio e Leopoldino João da Rosa, ruas que já foram notificadas entre os anos de 2013 e 2015. Devido ao esgoto que corre nas vias públicas, o intuito da Secretaria de Saúde é o de proteger o meio ambiente e os moradores da região, evitando o mau cheiro e a proliferação de doenças.

A história já é antiga junto à Vigilância Ambiental e o Ministério Público. Por diversas vezes ocorreram denúncias de bocas de lobo da região despejarem esgoto nas vias. Além da contaminação do meio ambiente, sempre houve preocupação com a propagação de doenças como verminoses, cólera, hepatite, entre outras, devido ao esgoto que corre nas ruas. Por diversas vezes, os moradores foram orientados que por onde não passa rede pública de esgoto da Corsan, devem fazer sistema individual de esgoto, ou seja, fazerem uma fossa.

Conforme o responsável pela Vigilância Ambiental da Saúde, biólogo Lasier França, de nada adiantaria notificar os moradores novamente. A parte administrativa já estava realizada. Na atividade de hoje, coordenada pela Saúde, estavam representantes da Patrulha Ambiental da Brigada Militar e servidores da Secretaria Municipal de Obras e Serviços Públicos. Na oportunidade, foi constatado que duas famílias teriam dificuldades econômicas para viabilizarem a fossa e desta maneira, receberão atenção da Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Leia também:

Acesso Rápido

Turismo

Gabinete e Procuradoria

Secretarias

Setores

Cidadão

Empresa

Servidor

Guias e Formulários

Transparência