O que fazer se você tiver sintomas de coronavírus?

Os sintomas do coronavírus são principalmente respiratórios, semelhantes a um resfriado. Os principais sintomas conhecidos até o momento são febre, tosse e dificuldade para respirar. Confira, nas perguntas e respostas abaixo, o que deve ser feito por quem apresentar sintomas compatíveis com os de coronavírus. conforme a Organização Mundial da Saúde e Ministério da Saúde:

Estive recentemente em um dos países com casos de coronavírus. O que devo fazer?
O ideal é evitar contato com outras pessoas e buscar o isolamento domiciliar. Em casa, é recomendado que a pessoa com suspeita informe os serviços de saúde sobre a situação. Todas as unidades de saúde do município estão capacitadas para atender os moradores.

Não estive em um dos países com casos de coronavírus. Devo ligar para a Vigilância Epidemiológica?
Não é necessário. Os sintomas podem indicar uma gripe comum. O recomendado é procurar a rede básica de saúde.

Tive contato com alguém que esteve em um dos países com casos de coronavírus. O que devo fazer?
Deve-se ficar atento ao aparecimento de febre e sintomas respiratórios (tosse, dificuldade para respirar, entre outros). Caso manifeste algum desses sintomas deve-se procurar atendimento médico imediatamente e informar a respeito do contato com pessoa que tem histórico recente de viagem.

É preciso usar máscara?
Não é necessário o uso indiscriminado de máscaras médicas como medida de proteção. Pessoas que não apresentam sintomas da doença ou que não tiveram contato com infectados só devem usar máscara se forem atender alguém com suspeita de contaminação pelo coronavírus. A informação é da Organização Mundial de Saúde (OMS). Porém, o órgão adverte que a população deve fazer a higiene correta das mãos para evitar contaminações em geral – como gripes comuns, por exemplo.

Estou tossindo. Devo procurar um hospital?
Não imediatamente. Estudos indicam que a grande maioria dos casos de covid-19 são mais leves e poderiam ser atendidos em postos de saúde. Há 42 mil postos espalhados pelo país capazes de atender 90% dos casos de coronavírus. A população pode buscar os serviços quando apresentar os sintomas iniciais do vírus, como febre baixa, tosse, dor de garganta e coriza. Os casos leves devem ser acompanhados pela Atenção Primária em Saúde (APS) e obedecer a medidas de precaução domiciliar.

Quando procurar um hospital?
Os casos graves devem ser encaminhados a um hospital de referência estadual para isolamento e tratamento. Os casos suspeitos leves podem não necessitar de hospitalização, sendo acompanhados pela APS e obedecendo a medidas de precaução domiciliar. Porém, é necessário avaliar cada caso.

Como prevenir o contágio?
Lave as mãos com água e sabão ou use álcool gel.
Cubra o nariz e a boca ao espirrar ou tossir.
Evite aglomerações se estiver doente.
Mantenha os ambientes bem ventilados.
Não compartilhe objetos pessoais.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Leia também:

Acesso Rápido

Turismo

Gabinete e Procuradoria

Secretarias

Setores

Cidadão

Empresa

Servidor

Guias e Formulários

Previdência Social - RPPS

Transparência

Skip to content