Em Torres, no dia 03 de novembro, inicia o processo da Consulta Popular 2021/2022

A Consulta Popular inicia as assembleias públicas regionais nos 28 Coredes. Em Torres, a assembleia ocorre no dia 03 de novembro, às 10h, no Centro Comunitário Nossa Senhor das Dores (Rua José Osório Cabral, 1084, bairro Stan). Este encontro é um ponta pé inicial para a população torrense escolher os projetos de desenvolvimento a receberem recursos que o Governo do Estado destina para o processo.

Lançada em 30 de agosto, a Consulta Popular 2021 prevê R$ 30 milhões para investimento em projetos de desenvolvimento regional; valor 50% superior aos R$ 20 milhões destinados ao programa em 2020. A verba é distribuída entre as 28 regiões do Estado, de acordo com critérios, como a população de cada região e o Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (Idese). Definido o valor para cada região, o Governo e os Conselhos Regionais de Desenvolvimento (Coredes) organizam o processo de discussão em assembleias públicas regionais.

No momento, o Departamento de Articulação Regional e Participação (DARP), vinculado à Secretaria de Planejamento Governança e Gestão (SPGG), já está realizando as Assembleias Públicas Regionais em cada uma das regiões dos 28 Coredes. Abertas à população, são nessas assembleias que o governo apresenta a situação financeira e orçamentária do Estado. Em Torres, o processo é coordenado pela Secretaria Municipal de Planejamento e Participação Cidadã.

O passo seguinte é a realização de Assembleias Públicas Regionais ou Microrregionais, nas quais serão discutidas as propostas enviadas pelo cidadão. As assembleias também são abertas a todos os cidadãos do município, podendo votar os maiores de 16 anos. Nessa etapa são eleitos os delegados para as Assembleias Regionais Ampliadas, que definirão os projetos a serem votados.

A terceira etapa são as Assembleias Regionais Ampliadas. Nelas, os delegados eleitos nas assembleias regionais/microrregionais terão direito a votar em uma demanda para fazer a composição da cédula. Somente para delegados, a próxima reunião está marcada para o 11 de novembro em Osório. Por fim, chega-se à votação da Consulta Popular, na qual qualquer cidadão maior de 16 anos pode votar na demanda da sua região. O voto pode ser através do site (as cédulas estarão disponíveis nos dias de votação) e do aplicativo Colab, ferramenta digital apresentada pelo Estado.

Desde 1998, o Rio Grande do Sul instituiu, por meio da Lei 11.179, a participação popular na decisão do direcionamento de parte dos investimentos e serviços que constarão no orçamento do Estado. Esse processo foi denominado de Consulta Popular.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Leia também:

Acesso Rápido

SERVIÇOS

Turismo

Gabinete e Procuradoria

Secretarias

Setores

Cidadão

Empresa

Servidor

Guias e Formulários

Previdência Social - RPPS

Transparência

Imprensa e Identidade visual

Skip to content