Entenda o fenômeno que provocou barrancos na beira-mar

A paisagem da beira-mar na Praia dos Molhes mudou. Foram gerados barrancos de até três metros em alguns pontos. A geóloga Maria Elisabeth da Rocha, da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Urbanismo explica o fenômeno.

Conforme ela, erosão costeira é um processo relacionado a fenômenos naturais (fatores oceanográficos/hidrológicos, meteorológicos/climáticos e geológicos) e/ou antrópicos que ocorre ao longo da linha de costa. Ela é provocada pela ação das águas do mar, que atuam química e mecanicamente sobre os materiais do litoral.

As ressacas podem estar sendo causadas pelo aumento do nível dos oceanos, em decorrência do aquecimento global. Porém, são necessários estudos mais apurados para tal afirmação, uma vez que vários fatores podem estar colaborando para o aumento da intensidade e frequência daquele fenômeno, muitos deles relacionados a eventos geológicos (ocorrendo no interior da Terra), eventos externos ao planeta (efeitos gravitacionais, por exemplo), dentre outros.

Maria Elisabeth continua explicando que a erosão das dunas na Praia Grande de Torres ocorreu devido à ação das fortes ondas que atingiram a costa e das marés relativamente altas que recobriram a faixa de praia, deixando à mostra estruturas internas das dunas.

Nos locais desprovidos de dunas, ocorreu invasão do mar em vias urbanas e até mesmo em residências/edificações; fato observado em vários municípios da costa brasileira. Trata-se de fenômeno natural e, como tal, evidencia a importância da manutenção/preservação do campo de dunas frontais como forma de proteção às cidades litorâneas, finaliza a geóloga.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Leia também:

Acesso Rápido

Turismo

Gabinete e Procuradoria

Secretarias

Setores

Cidadão

Empresa

Servidor

Guias e Formulários

Previdência Social - RPPS

Transparência

Skip to content