MENU

Em Torres, 1ª Conferência Municipal do Idoso supera as expectativas

Nesta última quarta-feira, 20 de março, idosos de Torres lotaram o plenário da Casa da Terra. Com o objetivo de propiciar a reflexão e a discussão sobre os Desafios de Envelhecer no Século XXI e o Papel das Políticas Públicas, o Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa junto com a Secretaria Municipal de Assistência Social e Direitos Humanos realizaram a 1ª Conferência Municipal da Pessoa Idosa de Torres. Participaram cerca de 200 idosos, além de autoridades e representantes de entidades ligadas ao tema. Do evento resultaram deliberações que serão encaminhadas para a busca de solução junto ao Município, Estado e Governo Federal.

Impossibilitado de comparecer ao evento por encontrar-se em Brasília buscando melhorias para Torres, o prefeito Carlos Souza gravou uma mensagem que foi divulgada no início da programação na parte da tarde. Na gravação, o prefeito desejou um bom encontro, elogiou a iniciativa e disse estar feliz pelos idosos estarem reunidos discutindo as políticas públicas. O melhor encaminhamento é justamente da sociedade debater suas demandas junto com as autoridades responsáveis, disse. Após a mensagem do prefeito, ocorreu a apresentação das ações realizadas pela Secretaria de Assistência Social e Direitos Humanos, através da secretária Neusa Carlo.

O evento que era aberto ao público ocorreu durante todo o dia. Contou com a presença de várias autoridades como o promotor de Justiça, Márcio Carvalho, a secretária de Educação, Sílvia Teixeira Pereira, representando o prefeito Carlos Souza, os vereadores Jeferson e Pardal. Contou com a palestra da conselheira do Conselho Estadual Da Pessoa Idosa, Eleni Raquel da Silva Tsuruzono, que destacou a importância do empoderamento dos idosos, de atualizar-se em diferentes áreas, a necessidade dos cuidados com a saúde e principalmente de saber valorizar sua experiência de vida.

Foram estas as deliberações encaminhadas pelos idosos na 1ª Conferência Municipal, eleitas pelos participantes em quatro grupos de trabalho:

Cobertura de 100% ESF, inclusão do serviço de Geriatria; criar programa habitacional e residencial para idosos; repúdio ao PEC da reforma da Previdência 06/2019 e Seguridade Social; e Centro de Convivência

Incluir no Ensino Fundamental conteúdos voltados ao Envelhecimento Humano

Incentivo a implantação de Instituição de longa permanência e residenciais para idosos, seja na forma pública ou na forma de convênios com as Instituições Privadas

Criar campanhas para divulgação sobre o direito dos idosos, obrigar os estabelecimentos que coloquem cartazes divulgando as leis sobre o atendimento preferencial e superprioritário através de Lei Municipal e propor lei que torne obrigatório a colocação do preço dos produtos para melhor visualização pelas pessoas idosas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on google
Share on pinterest
Share on email
Share on print