Venda de prédio vai promover melhorias para a educação em Torres

Com o propósito de qualificar a educação em Torres e centralizar os serviços da área na Prefeitura, facilitando o acesso a todos, encontra-se na Câmara Municipal, projeto encaminhado pela Prefeitura que visa efetuar a venda do edifício residencial e comercial Arara Azul, sede da Secretaria Municipal de Educação. A qualificação do ensino se dará por meio de nove obras pontuais eleitas junto à comunidade. O Conselho Municipal de Educação se manifestou favorável à venda do prédio.

No projeto de lei que trata sobre a venda do edifício de três andares situado na beira da Lagoa do Violão, Avenida José Maia Filho, 505, é explicado que o prédio é constituído de um condomínio de cinco salas comerciais, oito apartamentos e oito boxes de garagem. O imóvel possui área total de 1.176,20 metros quadrados e está avaliado em dois milhões e setecentos e cinquenta mil reais, conforme laudo de avaliação elaborado pela Comissão de Avaliação do Município. O prédio foi comprado em 2010 com o objetivo da gestão acolher a Educação que ocupava parte da Câmara Municipal.

A venda do prédio tem como objetivo investir exclusivamente em nove obras que qualifiquem o ensino no município: construção de uma nova escola de educação infantil dependendo da disponibilidade de área, ampliar a EMEF Almirante Tamandaré na Praia Paraíso, construir muro de contenção nos fundos da EMEI São Jorge, construir duas salas na andar superior da EMEI São Francisco de Assis na Vila São João, construção de uma quadra de esportes coberta na EMEF Mampituba, ampliar em duas salas de aula a EMEI Gente Miúda, construir duas salas e cobertura na EMEI Salinas, construir duas salas e calçada na EMEF Alcino Pedro Rodrigues e construção de muro na EMEF Manoel Ferreira Porto.

No projeto é destacado que a venda do prédio garantirá uma estrutura administrativa mais qualificada para a Educação, oferecendo acessibilidade e maior conforto para servidores e cidadãos ao concentrar os serviços da Secretaria de Educação na sede da Prefeitura. Dos dois andares que serão reformados também com recursos advindos da venda do prédio, um será estruturado com auditório para aproximadamente 400 pessoas e salas multiuso para a realização de oficinas e outros projetos. A secretária interina de Educação, Denise Matos, lembra que a atual sede da secretaria não obedece as exigências atuais de acessibilidade.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Leia também:

Acesso Rápido

Turismo

Gabinete e Procuradoria

Secretarias

Setores

Cidadão

Empresa

Servidor

Guias e Formulários

Previdência Social - RPPS

Transparência

Skip to content