Câmara Municipal promove audiência pública sobre violência contra a mulher

Foi realizada nessa segunda-feira, 14 de outubro, na Câmara Municipal, audiência pública sobre Feminicídio, Violência contra a Mulher e Casa Abrigo. A iniciativa foi da Comissão de Direitos Humanos e Ética Parlamentar da Câmara, contando com a participação do prefeito Carlos Souza e de nomes conceituados ligados à causa, em âmbito federal, estadual e municipal. Conforme a deputada federal Maria do Rosário, a violência ocorre em todas as camadas sociais.

A deputada federal Maria do Rosário, o deputado estadual Edegar Pretto, a representante do Movimento Regional das Mulheres Camponesas, Cátia Bauer; e a vereadora Zete Silveira, Procuradora da Mulher na Câmara, citaram muitos números e fatos evidenciando que a violência doméstica cresce no Estado. Foram muitas as informações dos palestrantes por meio de levantamentos, pesquisas, dados e análises. Para o deputado Edegar Pretto, a sociedade deve se apropriar do problema pois do contrário não haverá política pública isolada que solucione a questão. Na mesma linha foram as manifestações de Débora Thomas, da Universidade de Caxias do Sul, de Miriam Aparecida Zampieri Doré, sargento da Brigada Militar, e da psicóloga Graziela Werba.

Na audiência, o prefeito Carlos Souza ressaltou a importância do evento, para fortalecimento da rede de proteção à mulher. Elogiou o trabalho que vem sendo realizado pelo Centro de Referência da Mulher de Torres em acompanhar as vítimas de violência doméstica, Atualmente o CRM atende as mulheres dos sete municípios da Comarca, no entanto, as despesas são todas custeadas por Torres. A Comarca é formada por Arroio do Sal, Dom Pedro de Alcântara, Mampituba, Morrinhos do Sul, Três Cachoeiras, Três Forquilhas e Torres.,

O prefeito frisou que será de extrema importância a implantação da Casa Abrigo. Mas assim como ocorre com o CRM que é da Comarca, a criação da Casa Abrigo em Torres também deverá ser regional, razão pela qual, buscou-se juntamente do Ministério Público o apoio das demais prefeituras contribuírem com a causa. Está sendo trabalhado a firmação de um convênio entre Torres e os demais municípios, no intuito de construir uma solução conjunta para manter e qualificar o trabalho do CRM, bem como para viabilizar a implantação da Casa Abrigo Regional.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Leia também:

Acesso Rápido

Turismo

Gabinete e Procuradoria

Secretarias

Setores

Cidadão

Empresa

Servidor

Guias e Formulários

Previdência Social - RPPS

Transparência