Vacinação contra a Covid-19 começou em Torres nesta quarta-feira

Esta quarta-feira, 20 de janeiro, é um dia histórico para Torres. Começaram as aplicações das doses da vacina Coronavac, do Instituto Butantan, após o enorme sofrimento gerado pela pandemia em todo o mundo. Para marcar a data especial, foi realizado um ato simbólico no início da vacinação às 8h30min no Centro de Pastoral da Paróquia São Domingos. As três primeiras pessoas vacinadas no município pertencem à linha de frente da Saúde no combate à Covid-19. O evento foi conduzido pelo prefeito Carlos Souza, emocionado, como todos os demais presentes, pela importância da iniciativa.

Há cerca de dez meses, foi registrado em Torres o primeiro caso de Covid-19. De lá para cá, o quadro de comoção contagiou a todos. Nesta quarta, o estado emocional era de esperança e felicidade, com o início da vacinação. As três primeiras vacinadas na cidade são: Michele Ricardo Domingos, servidora do Centro de Triagem, 34 anos, moradora do bairro Guarita, natural de Torres; Gisele de Matos Selau, torrense, técnica de enfermagem do Pronto Atendimento, 38 anos, moradora do Getúlio Vargas, e a enfermeira do Hospital Nossa Senhora dos Navegantes, Bianca Fernandes Rocha, 32 anos, também natural de Torres.

No ato simbólico, o prefeito estava acompanhado da primeira-dama, Susi Rosa Souza, da secretária de Saúde, Suzana Machado, do diretor da Vigilância em Saúde, Lasier França, entre outros integrantes da área. Na oportunidade, Carlos Souza disse que a vacina era uma conquista da humanidade, manifestando sua satisfação com o início do processo. Salientou que os municípios não tem autonomia para comprar e distribuir vacinas e que devem seguir o Plano Nacional de Vacinação do Ministério a Saúde e Secretaria Estadual de Saúde.

DISTRIBUIÇÃO DAS VACINAS

Ao todo, o Litoral Norte recebeu, por enquanto, 4.280 doses da Coronavac. Os municípios contemplados com maior montante foram Osório (695), Torres (609) e Capão da Canoa (560). Está garantida a aplicação da segunda dose, dentre 14 e 20 dias, às pessoas imunizadas nesta primeira fase da campanha. A Secretaria Estadual da Saúde já reservou o montante necessário.

Cumprindo a determinação do Ministério da Saúde com relação aos grupos prioritários, a operação em Torres inicia com a imunização dos profissionais da Saúde que atuam com Covid-19 com a aplicação de 380 doses; também a vacinação dos usuários e trabalhadores de Instituição de Longa Permanência para Idosos (asilos e lares especializados) com 185 doses e ainda os indígenas com 44 doses.

A vacinação dos profissionais de Saúde segue com a aplicação nos seus locais de trabalho. Com relação aos indígenas guaranis da Aldeia Nhu-Porã no Campo Bonito, a aplicação das doses é de responsabilidade da Secretaria Especial de Saúde Indígena (SESAI) articulada com o SUS. Quanto aos idosos que vivem em asilos e casas especializadas, o processo não pôde ser iniciado hoje devido estarem em quarentena em consequência da aplicação recente de outra vacina, conforme explicação do diretor da Vigilância Epidemiológica Renan Emerim, devendo a aplicação da Coronavac ocorrer daqui a uma semana, concluiu.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Leia também:

Acesso Rápido

Turismo

Gabinete e Procuradoria

Secretarias

Setores

Cidadão

Empresa

Servidor

Guias e Formulários

Previdência Social - RPPS

Transparência

Skip to content