Motolância do SAMU é recuperada e possibilita ampliação do atendimento à população

O SAMU de Torres recuperou, recentemente, uma motolância que estava sem uso há mais de oito meses, depois de um acidente de trânsito. A recuperação da moto beneficia a população de Torres, pois o atendimento com motolância é realizado com maior agilidade, permitindo que um profissional do SAMU chegue cerca de três a cinco minutos antes no local do chamado, em relação à ambulância, o que aumenta as chances de sobrevivência de pacientes nos casos mais graves.

A moto é equipada com recursos iguais aos de uma ambulância básica, como desfibrilador, medicações, equipamentos para aferir sinais e material de estabilização de trauma (exceto maca rígida). De acordo com Silvio Severo, enfermeiro coordenador do SAMU de Torres, quando o suporte avançado e o suporte básico estão em atendimento, com a moto, a equipe tem possibilidade de realizar um terceiro atendimento, em outro local. Segundo o coordenador, a medida possibilita ampliar ainda mais o atendimento à população. “Serão chamados, via processo seletivo, mais três profissionais, enfermeiros e técnicos em enfermagem, para compor a escala de atendimento da duas motos disponíveis hoje no SAMU”, destaca Silvio Severo.

O SAMU é um programa tripartite, mantido pelo Município, pelo Secretaria de Saúde do Estado e pelo Ministério da Saúde. Com o retorno da motolância à frota, o SAMU volta a receber recursos do Estado e da União para custeio mensal dos serviços no Município.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Leia também:

Acesso Rápido

Turismo

Gabinete e Procuradoria

Secretarias

Setores

Cidadão

Empresa

Servidor

Guias e Formulários

Previdência Social - RPPS

Transparência