Embalagens vazias de agrotóxicos são recolhidas pela Prefeitura

Com a finalidade de proteger o meio ambiente, a Prefeitura de Torres realizou nessa semana, entre os dias 4 e 7 de junho, o recolhimento das embalagens vazias de agrotóxicos, através de um roteiro que visitou a zona rural do município. Ao todo, foram recolhidas 6.630 embalagens envolvendo 26 agricultores das localidades de Águas Claras, São Braz, Campo Bonito, Jacaré, Barro Cortado, Areia Grande, Vila João XXIII, Vila São João (Praguinha), Vila Lothammer e Pirataba. A ação ocorreu por meio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Rural e Pesca e da Secretaria Municipal do Meio Ambiente com apoio da Emater.

O secretário da Pasta, José Vanderlei Brocca, explica que a Prefeitura faz o recolhimento e após tudo acondicionado em depósito na Vila São João, o conteúdo será buscado pela Associação dos Revendedores de Agroquímicos do Sul-Arasul, de Santa Catarina, para correto destino final. A Arasul é conveniada ao Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (inpEV) para o descarte.

A devolução das embalagens pelo produtor rural passou a ser obrigatória desde o dia 1º de junho de 2002, quando entrou em vigor a lei federal 9.874, que regulamenta o uso, produção e a fiscalização do produto químico. Por lei, os produtores devem devolver as embalagens vazias às indústrias que legalmente são obrigadas a fazer o recolhimento. Com o propósito de diminuir os riscos à saúde e ao meio ambiente é que a ação é desenvolvida pela Prefeitura. Na campanha, os veí­culos da Prefeitura ficaram estacionados próximo ao Salão Comunitários das localidades para receber o material.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Leia também:

Acesso Rápido

Turismo

Gabinete e Procuradoria

Secretarias

Setores

Cidadão

Empresa

Servidor

Guias e Formulários

Transparência