Torrenses precisam se vacinar contra a febre amarela

A partir de agora, todos os moradores de Torres com idade entre 9 meses e 59 anos devem fazer a vacina contra a  febre amarela. A medida é preventiva e foi reforçada nesta última sexta-feira, 29 de março pela Secretaria Municipal de Saúde, após a recomendação do Ministério da Saúde em todo o território nacional com o objetivo de antecipar a proteção contra a doença para toda a população. A área de circulação do vírus está aumentando. Depois de uma morte por febre amarela no Paraná, na semana passada, foi confirmada uma morte em Santa Catarina, na cidade de Joinville.

 

Conforme comentam o diretor de Vigilância em Saúde, biólogo Lasier França, e o coordenador da Vigilância Epidemiológica, Renan Emerim Monteiro, o objetivo da campanha não é causar pânico, porém, a situação é preocupante. Devido a proximidade destes dois casos, técnicos do Centro Estadual de Vigilância em Saúde apontam que muito em breve o município terá ocorrência da febre amarela. A única forma de evitar a febre amarela é através da vacinação que é em dose única. Em Torres, a vacinação é feita somente no Posto Central (Rua Alexandrino de Alencar, 631) de segunda a sexta-feira, das 8h às 12h e das 13h às 17h.

 

A situação torna-se ainda mais grave quando sabemos que no início desta semana, a Vigilância Ambiental divulgou que neste mês de março, Torres ultrapassou a quantidade de focos do mosquito Aedes aegypti registrados em todo o ano passado. Nos três primeiros meses de 2019, a cidade já atingiu 470 focos positivos, contra menos de 300 em todo o período de 2018.  Nas cidades, o vetor da Febre Amarela é o Aedes aegypti, o mesmo mosquito que transmite a Dengue, a Febre Chikungunya e o Vírus Zika.

 

 

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Leia também:

Acesso Rápido

Turismo

Gabinete e Procuradoria

Secretarias

Setores

Cidadão

Empresa

Servidor

Guias e Formulários

Previdência Social - RPPS

Transparência