Saúde e Educação promovem capacitação para estudantes socorristas com o Samu

Nesta última sexta-feira, 30 de agosto, o plenário da Casa da Terra ficou lotado todo o dia com estudantes da rede municipal que participaram de uma Oficina de Técnicas de Primeiros Socorros. Cerca de 200 alunos de três escolas integrantes do Projeto Primeiros Socorros, Salvando Vidas e Resgatando Almas, da Secretaria Municipal de Educação, estavam no evento que é resultado da parceria da SME com a Secretaria Municipal de Saúde junto com o Samu-Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. No dia 4 de outubro, vai ocorrer nova oficina, desta vez para outras duas escolas municipais.

Pela manhã foi realizada a parte teórica, e na parte da tarde, a atenção foi mais voltada para a prática. Através de um power point, os alunos foram inicialmente orientados como agir, na eventualidade de precisarem prestar um atendimento. Presentes os alunos das Escolas Alcino Pedro Rodrigues, Zona sul e Santa Rita. Os estudantes receberam as boas-vidas da idealizadora do Projeto, professora Andrea de Melo Nascimento, e da secretária de Saúde, Suzana Machado. Em outubro vão participar os estudantes das Escolas Mampituba, Manoel Ferreira Porto e Manoel Oliveira Carneiro, na Vila São João.

Os orientadores do Samu foram a dra. Vanessa Borges, os enfermeiros Juliana Borges, Anderson Monteiro e Valdirene Duarte; os técnicos de enfermagem Leonardo Morel e Paulo Ricardo
os condutores Jucieli Scheffer, Ricardo Delfino e Magno Dalbosco, e o diretor da Média e Alta Complexidade, Tales Correa Rodrigues.

A professora Andrea de Melo divide o mérito do Projeto com o pessoal do Samu, Bombeiros, e em particularmente a Silvio Severo, Magno Dal Bosco Goulart, Jeferson França, Marcelo França e Gabriel Scheffer Calixto.

O Projeto Primeiros Socorros começou em março de 2013, na Escola Alcino, Em junho último foi homenageado com uma moção de congratulação na Câmara de Vereadores pela atitude de dois alunos da Zona sul, que através dos ensinamentos do Projeto, prestaram socorro a duas vítimas de arma branca com quadro de hemorragia. Primeiramente chamaram o Samu, sendo esse o primeiro passo ensinado no Projeto, após, estancaram o sangue até a ambulância chegar. O atendimento inicial foi determinante para a sobrevivência das vítimas.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Leia também:

Acesso Rápido

Turismo

Gabinete e Procuradoria

Secretarias

Setores

Cidadão

Empresa

Servidor

Guias e Formulários

Previdência Social - RPPS

Transparência