Prefeitura é a nova sede do IGP para confecção de carteiras de identidade

Já está em funcionamento, na sede da Prefeitura de Torres, a Unidade do Instituto-Geral de Perícias, órgão vinculado à Secretaria Estadual da Segurança Pública. Nessa última sexta-feira, 9 de novembro, o prefeito Carlos Souza e representantes do IGP assinaram convênio para a instalação de um posto de identificação no prédio. A antiga localização, no andar superior da Delegacia de Polícia de Torres, não oferecia acessibilidade para pessoas idosas e portadoras de deficiência física. Se a unidade não fosse acolhida pelo município, a população de Torres teria que se deslocar a Osório ou Capão da Canoa para fazer a carteira de identidade.

O posto do IGP fica instalado no térreo e na entrada da sede da Prefeitura, localizada na Rua José Antonio Picoral, 79. O serviço é todo digitalizado com as fotos feitas no local. Funciona de segunda a sexta-feira, das 7h30min às 13h para confecção do documento e das 7h30min às 13h30min para a retirada. A primeira via da carteira de identidade é gratuita, assim como toda a prestação de serviço prestada para pessoas com mais de 65 anos. Para a segunda via é necessário o pagamento de uma taxa: R$ 65,00 para confecção em 12 dias e R$ 85,65 par confecção em cinco dias. O atendimento diário é de cerca de 30 pessoas, acolhendo a população do Litoral Norte e Sul de Santa Catarina.

A unidade conta com dois servidores públicos estaduais. O único documento necessário para fazer a carteira de identidade é a certidão original ou cópia autenticada para os solteiro e a certidão de casamento par os casados. No caso de separação, deve ser levado a certidão de casamento com averbação do divórcio. Este é o único documento necessário, mas é importante que esteja em boas condições, do contrário será preciso retirar segunda via. Não é aceito documento plastificado.

O termo de convênio assinado visa a conjugação de esforços entre as partes para a confecção de cédulas de identidade. Compete ao IGP realizar todas as atividades necessárias à confecção dos documentos de identidade civil. Ao município, compete disponibilizar o espaço físico. A instalação na Prefeitura é o resultado do trabalho da administração municipal e do presidente Rossano Freitas, presidente do Conselho Comunitário Pró-Segurança Pública de Torres. No ato da assinatura também participou o secretário municipal de Administração e Atendimento ao Cidadão, Silvano Borja.

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on telegram
Share on email
Share on print

Leia também:

Acesso Rápido

Turismo

Gabinete e Procuradoria

Secretarias

Setores

Cidadão

Empresa

Servidor

Guias e Formulários

Previdência Social - RPPS

Transparência